Month: novembro,2017
Venture Philantropy, o que é isso?

Venture Philantropy, o que é isso?

novembro 23, 2017 By instituto-phi

Texto escrito por Luiza Serpa, Diretora Executiva do Instituto Phi.

 

Há duas semanas estive em Oslo, capital da Noruega, a convite da Fundação BMW, para participar da conferência anual da European Venture Philantropy Association (EVPA). Fui chamada para participar desse encontro sobre Venture Philantropy (VP) porque faço parte da rede de  Responsible Leaders da Fundação no Brasil.

 

Ok, ok, muitos termos em inglês numa só frase, né? Responsible Leader é uma liderança responsável que quer transformar o mundo em um lugar melhor. Essa rede conta com mais de 3 mil pessoas. Já Venture Philantropy (VP) é uma forma de gerar impacto social combinando a alma da filantropia com o espírito dos investimentos. Em outras palavras, trabalhar com capital paciente, longo prazo e… coração 🙂

 

Olha um esquema explicando como seria:

Minha experiência no EVPA

No primeiro dia do evento participei de um café da manhã no qual pessoas de diversos países europeus contaram suas experiências com VP. Conversei com gente da Letônia, Rússia e Albânia, três das quarenta e oito nacionalidades presentes. Vi casos de pequenos fundos criados e como isso tem ajudado a alcançar impacto.

 

Um parênteses para falar dessa palavra. Impacto foi o que mais ouvi naquela manhã.

6 dicas para a sua ONG bombar nas redes sociais

6 dicas para a sua ONG bombar nas redes sociais

novembro 10, 2017 By instituto-phi

Conteúdo postado originalmente pelo site www.nossacausa.com

 

Não é novidade para ninguém que a comunicação pelas redes sociais é a mais assertiva nos dias de hoje. Atualmente, todos que tem internet podem tanto produzir, quanto acessar qualquer tipo de conteúdo.

Simultaneamente, as redes sociais permitem uma interação direta entre o público e o emissor da mensagem. Explorar esta nova dinâmica de diálogo da sociedade é um importante aliado do Terceiro Setor na hora de engajar o público.

Paralelamente, perfis sociais atrativos são portas de entrada para novos doadores e canais de nutrição de relacionamento com a base existente.

A seguir, reunimos algumas das melhores práticas a se seguir para impulsionar o perfil da sua organização nas redes sociais:

Foque nas redes sociais certas

A rede social mais efetiva a ser usada pelas ONGs é o Facebook, e esse canal deverá ser sua prioridade. O Facebook é a rede social com o maior número de usuários no mundo todo, e é extremamente versátil. Você pode usá-lo para compartilhar tanto conteúdo escrito quanto visual.

Em segundo plano, escolha as redes sociais que se adequam às operações da sua ONG. Se o seu trabalho é principalmente concentrado no escritório e em articulações com o Governo, dê preferência ao LinkedIn ou ao Twitter.

redes-sociais-twitter

Por outro lado,