Instituto Phi é eleito uma das 100 melhores ONGs do Brasil pela revista Época!

agosto 10, 2017 By instituto-phi

Em março de 2014 fundamos o Instituto Phi. Éramos apenas 3 pessoas. Numa segunda-feira pós-carnaval, publicamos no Facebook um post de poucas linhas que versava sobre problemas sociais e terminava afirmando que “É para mudar (um pouco) essa (complexa) situação que o Instituto Phi – Philantropia Inteligente começa a funcionar”.

 

Tínhamos 19 meses para saber se o empreendimento vingaria. As promessas de doação nos davam esse tempo, e nada mais. Em dezembro de 2015, se nada tivesse engrenado, nos restaria buscar novas oportunidades – e o Phi não seria mais que uma memória.

 

O desafio era grande. Não bastando o desafio que é empreender no Brasil E na área social, ainda lançávamos um conceito praticamente novo: a ideia era ser o meio, não o final. Uma ponte entre quem doa e quem executa o projeto.  

 

Nas primeiras semanas não sabíamos se estávamos dando certo ou não. Algumas premissas nas quais acreditávamos falharam. Empresas que sinalizavam que queriam doar deixaram o assunto para depois – um depois ao qual poderíamos nem chegar.

 

Em 2014 e 2015 mantivemos praticamente o mesmo tamanho. Movimentamos R$ 1,5 milhão em 2014 e R$ 1,5 milhão em 2015. Nada de estouro, sucesso repentino, mídia ou holofotes. Mas sabe de uma coisa? Pra gente esses dois primeiros anos não incomodaram em nada. Pelo contrário. Já éramos felizes no dia-a-dia. Amávamos o que fazíamos. Trabalhávamos com muita simplicidade, eficiência, disponibilidade e pouca vaidade. Pra gente o Phi já era um sucesso. Pra gente já estava bom.

 

Mas ai veio 2016 e nosso primeiro salto. Abrimos uma filial em São Paulo e quase triplicamos de tamanho no Rio. A semeadura dos dois primeiros anos começou a dar resultado antes do que esperávamos.

 

Entramos 2017 radiantes com o que havíamos conquistado, mas vinha mais. Se, para apoiar os primeiros 100 projetos, demoramos 26 meses, para chegar aos 200 foram necessários apenas 10. Em termos de movimentação financeira, 2017 pode vir a dobrar o resultado de 2016.

 

Foi no meio de muito trabalho, felizes por tudo, que recebemos a notícia de que havíamos sido eleitos uma das 100 melhores ONGs do Brasil. Que honra! Uma equipe de apenas 7 pessoas, com menos de quatro anos, conseguiu um lugarzinho ao lado de gigantes do terceiro setor.

 

Olhando pra trás, parece que tudo aconteceu de uma hora pra outra, mas não.Trabalhamos muito, MUITO MESMO, mas como fazíamos o que gostávamos tudo passou num estalo.

 

Hoje na retrospectiva lembramos dos jantares de fim de ano de 2014, 2015 e 2016 e em todos estávamos igualmente felizes. Mesmo hoje, já bem maiores, com mais gente na equipe e esse prêmio incrível sobre a mesa, sentimos que nosso espírito é igual. Exatamente o mesmo daquele primeiro post, numa segunda-feira pós-carnaval.

 

Nossa gratidão a todas as pessoas maravilhosas que passam pelo nosso caminho, compartilhando suas histórias, desafios e conquistas!